A reader lives a thousand lives before he dies, said Jojen. The man who never reads lives only one. (George R. R. Martin)

terça-feira, 13 de maio de 2014

Quando o Cuco Chama


A história fez passar para segundo plano notícias de política, de guerras e de desastres, e todas as suas versões cintilavam com imagens do rosto perfeito da vítima, do seu corpo flexível e escultural. Numa questão de horas, os poucos factos conhecidos tinham alastrado como vírus a milhões de pessoas: a discussão em público com o namorado famoso, o regresso a casa sozinha, os gritos ouvidos e a queda final, fatal... (...)
Mas então, perante um gemido de deceção quase audível, ficou provado que a testemunha tinha mentido, ela retirou se para uma clínica de recuperação, e o principal suspeito saiu da clínica, como dois bonecos, o homem e a mulher, numa daquelas casinhas para indicar o tempo que faz, que nunca podem estar cá fora na mesma altura.
Sempre era suicídio, afinal, e, depois de um momento de pasmo, a história ganhou um novo fôlego, mais fraco. Escreveu se que a vítima era uma pessoa desequilibrada, instável, inadaptada ao superestrelato que os seus excessos e a sua beleza tinham provocado; que se movera num círculo de gente imoral e com dinheiro que a tinha corrompido; que a decadência da sua nova vida tinha feito descarrilar uma personalidade já frágil. Ela tornou se uma lenda exemplar com laivos de satisfação com o mal dos outros, e tantos jornalistas fizeram alusões a Ícaro que a revista satírica Private Eye lhe dedicou uma coluna especial.

Este livro foi uma lufada de ar fresco depois de um Clássico (calhau) como Ana Karenina.
Tinha tudo para me prender desde o início, mas ao mesmo tempo podia ter tudo para ser uma tremenda desilusão. Eu explico, amo Policiais e J. K. Rowling é uma das minhas escritoras de eleição. Como tal, as expectativas estavam demasiado elevadas o que nem sempre é bom. 

Mas eu já devia saber que Rowling não desilude e surpreende pelo inesperado!
Um corpo que caiu de uma varanda, uma investigação inconclusiva por parte da polícia, a entrada "em cena" de um detective privado...
Nada disto é novo nem imprevisível. Agora quando esse detective é um ex-militar, que esteve no Afeganistão, com um ferimento de guerra, obeso e que vive no escritório devido à falta de dinheiro, começamos a desviar-nos um pouco dos clichés habituais... Cormoran Strike é apenas uma amostra do leque de personagens algo diferentes com que nos vamos deparando ao longo das páginas. Juntando tudo isto com o tipo de escrita que já não é novidade para quem acompanha o trabalho da autora (desde descrições envolventes aos diversos tipos de linguagem característicos de determinados estratos sociais) e ainda um final algo inesperado, tem-se a fórmula (perfeita) para um grande livro!

Recomendo? Claro que sim! 
Ah e tentem adivinhar quem é o assassino... Eu comecei a desconfiar um bocadinho depois do meio do livro ;)

14 comentários:

  1. Ah, quero tanto ler este livro!! :D
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lê, lê, lê :)
      Vais ser surpreendida pela certa ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá,

    Aqui está a prova que a escritora não é só Harry Potter e escreve bem em generos diferentes, não li mas ainda conto faze-lo nos próximos 100 anos :D

    Nada como um bom policial :)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Completamente de acordo Fiacha. Li todos os livros dela e são todos igualmente bons, cada um no seu género. Rowling surpreende até pelo facto de se conseguir descolar do mundo que criou em HP e escrever coisas completamente diferentes, quer este policial, quer Uma Morte Súbita que, ao contrário do que a tradução portuguesa pode sugerir, nada tem que ver com crimes...

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Olá! Passei-te uma tag no meu blog :)
    johnsreportblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Não sei porquê mas deixei passar este post no meu feed e só agora é que reparei :/
    A J.K.Rowling é a minha autora favorita e assim que soube que ela era o Robert Galbraith comprei logo a versão em inglês deste livro. Tinha ficado um pouco decepcionado com Uma Morte Súbita, mas adorei este policial :D E para o mês já sai a sequela em inglês...
    Também desconfiei do assassino... Lembrou-me a um certo livro da Agatha Christie :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andas meio desaparecido deste meio ;) depois dá nisto LooooL

      Eu também gosto muito da J. K. Rowling (acho que já deu para perceber) e tinha este livro para ler desde o Natal...
      Eu gostei de Uma Morte Súbita, apesar de ao início estar à espera de outro tipo de história. Mas este policial está mesmo muito bom e já estou em pulgas para que saia o próximo... Simpatizei com este Mr. Strike, que sai um bocadinho do estereótipo dos detetives e isso é bom :)

      Ahahahah houve umas certas conversas e atitudes dele/a que me soaram um bocado a falso logo no início e fiquei com a pulga atrás da orelha...

      Eliminar
  5. Ando tão ansiosa por esse livro! Fiquei fã da autora recentemente e, se "Quando o Cuco Chama" é um policial de J.K., eu tenho que o ter. :)
    Gostei do blogue! Já segui.
    Beijinhos!
    *Mistery

    R: [Month Tag] Olá!
    Então, sê bem-vinda! :)
    J K. Rowling, na minha opinião, é uma autora de um grande talento. :) Eu não cresci a ler HP, mas já li os dois primeiros da série e, apesar de não ser fã de fantasia, adorei.
    [A Sombra do Vento] Já somos duas! ;)
    Eu também gostava do o adicionar à lista das re-leituras, mas este livro foi requisitado numa biblioteca. Mas, um dia, vou comprá-lo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os livros dela não desiludem!
      Acho que é uma boa aposta ;) de certeza que não te vais arrepender...

      Obrigada*
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Tenho esse livro mas ainda não ganhei coragem para lê-lo. Porque sem dúvida que policial não faz parte dos meus gostos literários, mas adoro a J. K. Rowling por isso quero dar uma oportuniade
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro é muito bom e para mim, que para além de amar policiais, adoro os livro da J. K. Rowling, este mix é a cereja no topo do bolo.
      Experimenta. Como é uma escritora que já conheces, podes sempre ficar surpreendida com um novo estilo ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  7. Tenho este em ebook! Mas primeiro vou ler HP por ser a série mais famosa dela eheheh
    Estou super curiosa com este porque gosto bastante de policiais ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes muito bem em ler HP, mas lê este também ;) são completamente diferentes, mas todos muito bons

      Eliminar